Blog do Pedro Hauck: Dezembro 2017

3 de dezembro de 2017

BIG 500 2017

Após uma viagem bastante molhada à Petrópolis, onde não consegui escalar o que planejava, passei o mês de Novembro empenhado em outras tarefas e aproveitei pouco o sol que brilhou em alguns finais de semana. A presença de bom tempo, já no finalzinho da temporada de escalada, deve ter motivado o Julio Nogueira, cabeça do Projeto Big 1000 e 500 em fazer a versão mais econômica deste difícil desafio de escalada.

Para quem não sabe, o projeto BIG 500 consiste em escalar um número grande de vias de escalada no Anhangava que a soma delas resulte em 500 metros, o que não é nada fácil, dado que as vias de lá são curtas, na maior parte com apenas uma enfiada. Foi a primeira versão deste projeto, que foi duplicado em 2014 para o BIG 1000, com o acúmulo da experiência dos praticantes, que resultou em estratégias que facilitaram a realização do desafio. De fato, o 500 acabou ficando mais fácil, o que não significa que seja moleza.

Após tanto tempo de seca, tanto, por mim, quanto por meu parceiro de escalada Fábio Lima, com quem já realizei um 500 e um 1000 neste ano, decidimos aproveitar o bom tempo que a previsão prometia para o final de semana e assim combinamos completar o desafio no sábado. 

Assim, com a parceria também de Renato Santini, com quem fizemos as primeiras vias, completamos o último desafio do ano, num dia frio, com muito vento, neblina e chuviscos. A previsão me fez deixar em casa o anorak e a blusa e levar óculos de sol e protetor. Passei muito frio de camiseta e bermuda, mas conseguimos. Começamos a escalar a 12:15 e terminamos por volta das 20 horas. Como o morro estava muito molhado, não pudemos escalar no Campo das Panelas e andamos por todo Anhangava procurando vias secas para escalar, o que resultou numa perda de tempo considerável e também num grande número de vias. Abaixo está a relação delas:

1) RS : 27m
2) Monica Total: 29m
3) Solanjaca: 25m
4) Jo Casta: 20m
5) Sétimo Dia: 25m
6) Diversão Garantida: 25m
7) Peon: 19m
8) Via em móvel entre a Peon e a Diversão Garantida: 22m
9) Andorinhas com Bunda: 25m
10) Transversal Sexto Grau com Caninana: 44m
11) Curitiba: 27m
12) Bogotá: 35m
13) Aracaju: 31m
14) Kathmandu: 30m
15) Salvador: 28m
16) Luar do Sertão: 24m
17) Rancho Fundo: 23m
18) Vida Marvada: 24m
19) Chaminé do Corvo: 20m

Via Caninana

Via em móvel na direita da Diversão Garantida e esquerda da Peon.

Via Sétimo Dia

Via Jo Casta

Diversão Garantida

Saída da via em móvel na direita da Diversão Garantida e esquerda da Peon

Repondo energias com Ogiva.

Bunda.

Transversal Sexto Grau

Via Aracaju 
Tudo muito molhado



Via Curitiba

Via Bogotá

Fábio na via Aracaju

Fábio na via nova que fica no rapel da Aracaju.

Tempo Patagônico no Anhangava.