Blog do Pedro Hauck: Futebol, publicidade e xenofobia

1 de julho de 2014

Futebol, publicidade e xenofobia

A Copa do Mundo é uma oportunidade de negócios para as empresas. Devido a paixão pelo esporte as campanhas de publicidade exploram bastante o evento esportivo para expor seus produtos e marcas. Uma das campanhas mais divertidas foi da cerveja Skol, que fez uma boa campanha explorando alguns fatos engraçados sobre a Itália, França e Inglaterra. O bom humor, no entanto virou ofensa quando veio a propaganda da Argentina. Nela, os argentinos são presos numa casa e ela é lançada para fora da terra em um foguete. Era pra ser engraçado? Não foi...

Assisti este comercial ao lado de um amigo argentino que não gosta de futebol, não tem nenhum time e não está nem aí pra Copa. Ele se sentiu ofendido. Outra vez, eu estava caminhando com uma amiga argentina em Curitiba, falando castelhano, língua que falo fluentemente e um pedestre chamou ela de “puta” e quase me agrediu _ Desculpe, achei que você fosse argentino.

Quantas e quantas vezes os argentinos são mal tratados ao visitarem o Brasil? O brasileiro tem fama de ser hospitaleiro e gentil com os estrangeiros e de fato é, menos com argentinos e culpa disso é o futebol...

O futebol é o esporte favorito dos brasileiros e a seleção da Argentina é uma das maiores rivais de nossa seleção. Brasil e Argentina é como um Fla x Flu, um Corinthians e Palmeiras, Cruzeiro e Atlético, Grenal e por aí vai. Quando alguém faz uma piada de palmeirense, todo corinthiano acha graça. A idéia da piada com argentinos é igual a essa, mas no caso é um país contra outro. O problema é que tanto quem faz a piada como quem dá risada dela anda exagerando e o que era pra ser divertido se tornou humilhação. Dá vergonha de ver o comercial da Skol e outras de extremo mal gosto.

Eu conheço muito bem a Argentina, de La Quiaca a Ushuaia. Já estive em todas as Províncias e esta experiência está bem relatada aqui no Blog. Posso dizer com autoridade depois de anos visitando e conhecendo argentinos que a rivalidade Brasil x Argentina é unilateral. O Argentino não odeia o brasileiro como o brasileiro odeia o argentino. Pelo contrário, o Brasil é um país em moda por lá. Os argentinos querem visitar o Brasil, eles acham que somos um país mais desenvolvido e melhor para viver. Eles adoram ter sandálias havaianas com a bandeirinha brasileira (aliás outro que faz piadinhas infames sobre os Hermanos). Eles conhecem nossas músicas, nossos escritores e assistem a nossos filmes. Infelizmente, mesmo a Argentina tendo uma cultura maravilhosa, ela não chega aqui como a nossa chega por lá.

Hoje o José Simão, que há muito tempo tem feitos piadas sem graça, fez um comentário jocoso sobre a Argentina. Embaixo, uma legião de fanáticos por futebol dava sua contribuição raivosa contra minha opinião de que não deveríamos ofender nossos vizinhos do Sul. 

Como uma multidão de desmiolados falaram que eu era um idiota, e que eu deveria ser expulso do Brasil por gostar de lá. Ainda acabavam seus comentários dizendo que os argentinos se achavam superiores e arrogantes e isso justificaria aquele ódio mortal contra nossos “indesejáveis” vizinhos. Mas ao afirmarem isso com tanta convicção, eram eles os próprios arrogantes e intolerantes. 

Gostaria muito que estas pessoas fossem um dia visitar a Argentina e que sentissem a vergonha por terem promovido tanta calúnia. Gente idiota existe no mundo inteiro, inclusive na Argentina, mas acho que em época de Copa do Mundo elas vestem uniforme.



4 comentários:

Mario Meyrelles disse...

Embora eu ainda não tenha visitado a Argentina, concordo que não faz sentido este ódio que inventaram contra os nossos irmãos. Não vejo necessidade de maltratar ou xingar outras pessoas apenas por causa do futebol.

Sinto que essa idiotice coletiva foi criada de propósito por certos cronistas esportivos para ajudar a aumentar a audiência. É o mesmo que forçar o Chael Sonnen a falar mal do Anderson Silva para vender mais lutas. Muito artificial para quem pensa com a própria cabeça, mas visceral para quem é manipulado constantemente pelos meios de comunicação.

Beatriz Pianalto de Azevedo disse...

olha, pedro, como são as coisas. eu comentava dia desses exatamente sobre esse assunto. não entendo a animosidade dos brasileiros, em especial a do gaúcho, pelos argentinos. por essas e por outras q tb torço pra argentina. abraço

Unknown disse...

Oi, Pedro.

Cara, achei seu blog meio que por acaso, buscando no google sobre brasil, argentina, rivalidade, final de copa, etc.

Fiquei muito feliz ao ler seu relato, e a exposição do seu pensamento.

Se você me permitir, gostaria de reproduzí-lo (obviamente com os devidos créditos e o link para sua página) no meu próprio blog, o "Hermanos & Brazucas" - http://www.hermanosebrazucas.blogspot.com.br

Confesso que minha tristeza pela derrota na final da Copa só não foi maior que os comentários nada amistosos que fui obrigado a ouvir na segunda-feira -- e, acredite, não estou falando de futebol.

Um abraço!

Marcel Pilatti

Pedro Hauck disse...

olá Marcel Pilatti, pode reproduzir