5 de setembro de 2011

Araçatuba noturno: Uma tradição!

Há quatro anos atrás eu fui apresentado pelo Hilton ao Morro do Araçatuba em uma noite gelada de Maio que eu passei um friozão dentro de uma barraca Illimani. O frio da montanha me chamou atenção e todas as vezes que retornei lá percebi que a montanha é climaticamente diferente, lá é mais frio.

Há um detalhe nesta história que me levou a ter esta percepção com a temperatura da montanha que me havia passado em branco: Eu nunca fui pro Araçatuba de dia!  Como não podia deixar de ser, nesta nona vez que vou pra montanha, fui de noite e como (quase) sempre, acompanhado do Hilton. 

Como não podia deixar de ser, a noite estava fria e meio molhada também, mas tudo bem, eu estava com minha lona azul e o saco de bivak que o Davi Marski fez e me deu. Segurou muito bem a temperatura e umidade, acho que nunca mais vou levar barraca!

E o frio? Ah, isso é psicológico...


Araçatuba noturno

 Bivak

  Cume do Araçatuba

Campos de altitude


Um comentário:

Miriam Chaudon disse...

Que céu maravilhoso,hem?