4 de abril de 2009

Republica Oriental del Uruguay

Este é o nome oficial deste pequeno país enclave entre Brasil e Argentina que se assentou independente sobre as margens orientais do Rio Uruguai.

O sonho colonial português era possuir todas as terras entre a desembocadura do Amazonas e o Rio da Prata, os maiores sistemas fluviais sul-americanos. O Tratado de Tordesilhas atrapalhou o sonho e através da colonização açoriana e das incursões bandeirantes, o Brasil foi definindo suas fronteiras austrais e interiores, assim, fundou-se a Colônia do Sacramento, bem em frente à Buenos Aires, a cidade mais antiga do Uruguai, uma cidade portuguesa.

Toda esta audácia não resultou em ganho de território entre Laguna e o Rio da Prata, houveram muitos conflitos e ao fim, o Território do Uruguai não se tornou nem sequer brasileiro e nem sequer argentino, mas sim um país independente, embora com o nome de Cisplatina, tenha sido umas das províncias brasileiras na época do império.

Por conta desta história, este pequeno país sempre foi muito dependente de seus vizinhos maiores, entretanto o uruguaio tem sua própria cultura e não podemos deixar de dizer que todo o Sul do Rio Grande recebe muita influência uruguaia e lá, não é eles que falam português, mas sim o brasileiro que fala espanhol, aliás um pseudo espanhol, um idioma híbrido onde se mistura tudo...

Ao ponto em que fomos chegando próximos à fronteira, fomos notando a mudança na maneira que as pessoas falam e até mesmo a maneira como as coisas estão escritas nas placas de trânsito e nas propagandas de estrada. Em Chui, que junto com Chuy (uruguaia) formam duas cidades em uma só, todos falam este idioma híbrido e lá se paga e se recebe tanto em Real quanto em Peso.

Chui é a cidade mais meridional do Brasil. O que a divide da cidade de nome idêntico no Uruguai é uma rua, ou melhor, o canteiro central de uma rua. Na Barra do Chui, que é uma praia que faz fronteira, a divisão é um córrego, o tal arroio Chui, que teve que sofrer uma intervenção para que sua desembocadura não sofresse com a evolução natural e ela ficasse estática, transformando o começo do Brasil em um córrego canalizado e feio.

Adentrando-se no Uruguai, a paisagem continua a mesma. É a continuidade das Pradarias Mistas, ou melhor, o Sul é que seria a continuidade, pois a área nuclear deste domínio encontra-se em território uruguaio e argentino.

Também no Uruguai a paisagem original está bastante alterada. Há por todos os lados reflorestamentos de Pinus e de Eucaliptos, aliás, esta última é hoje a árvore mais comum do Uruguai, pois é uma árvore de crescimento rápido, grande resistência à solos pobres e de uso diversificado. Entretanto pudemos observar um trecho de paisagem original das pradarias, o Parque Nacional de Santa Teresa.

Rapidamente pode-se cruzar o Uruguai. Quando menos demos conta, já estávamos em Maldonado, a segunda maior cidade do país, vizinha da badalada Punta Del Este. Claro que não perdemos a chance de conhecer a cidade balneário mais badalada do Uruguai... Punta del Este é pequena, mas muito adensada. Lá tudo é muito caro e a cidade se parece com Miami, mas num litoral subtropical. O interessante de Punta, é que lá é o encontro entre o estuário da Prata e o oceano Atlântico, um encontro bastante discreto.

Obviamente não pudemos ficar num hotel em Punta, nos dirigimos à nosso alojamento que ficava perto de lá, em ciudad Atlantida, 45 km antes de Montevideo. Ficamos em um lugar chamado CERP, que eu não sei o significado e nem a razão da existência deste lugar. Sei apenas que é da Universidade que está abrigando o Encontro que eu vim participar. Íamos ficar mais perto da cidade, mas o preço de Montevideo é desanimador e por outro lado, ciudad Atlantida é um lugar muito bacana.

Estou colocando umas fotos, mais tarde vou dar uma pernada por Montevideo e posto mais imagens e histórias deste pequeno e curioso país

Barra do Chui, ponto mais austral do Brasil é um rio canalisado

Os gabiões e concreto do arroio Chui

Lado esquerdo: Uruguai. Lado direito: Brasil. Assim é Chuy e Chui.

Isso não é museu, é transporte no Uruguai!

Fronteira...

Fortaleza de Santa Teresa

Fortaleza de Santa Teresa, hoje um Parque Nacional

Paisagem típica das pradarias mistas preservadas no Parque de Santa Teresa.

Típica pradaria mista

Pradaria Mista, paisagem em extinção devido a penetrante invasão de espécies exóticas.

Cena típica do interior uruguaio

Alguém passando a mão na Karla

Fim do dia em Punta del Este sobre o estuário da Prata

Punta del Este

Diversão dos ricaços de Punta del Este

Pôr do sol no porto de Montevideo

video

3 comentários:

Parofes disse...

As fotos estao muito massa cara! Ei, aguardo pra ver noticias do Congresso!
Afinal, esse e o motivo da viagem certo? ahahahah
Abrazos!

Alessandra disse...

Pedro, que legal ver suas fotos, só aumentou a saudade da terrinha. Tirou até fotos do TETRÁPODE,que é como chamamos as estruturas de concreto dos molhes da Barra do Chuí. E fizeram algumas comprinhas? Tem algumas lojas de equipos de escalada. Bjos e boa viagem

www.sempremaisestetica.com.br disse...

Adorei as fotos, nosso o Urugui é lindo, tem pontos turísticos muito bonitos, quase ninguém pensa em tirar férias e visitar o Uruguai, como pecam... é um lugar lindo com ótimas pessoas...
Visite meu site: contabilidademantiqueira.com.br