7 de janeiro de 2009

Curitiba

Curitiba é uma das maiores aglomerações urbanas do Brasil. O municipio tem cerca de 1.700.000 habitantes e a região metropolitana tem cerca de 3.000.000 de habitantes. É bantante? Com certeza! Entretanto esta cidade tem driblado alguns problemas comuns de grandes metrópolis latino-americanas.

Na década de 1990, Curitiba foi comparada como cidades de primeiro mundo, com índices sociais e ambientais muito bons. Isso é apenas uma verdade parcial. Realmente o curitibano pode se orgulhar de viver em uma cidade bonita, mas estes índices só são superiores às outras cidades brasileiras, pois estas sim é que são muito ruins.

Como toda metrópole latino-americaca, aqui temos problemas com poluição. Não há no município, por exemplo, um rio sequer que seja limpo. Há também problemas sociais como favelização e violência. Mas tudo isso, pelo menos o que dizem as autoridades, é muito menos que nas outras cidades do país.

Como por aqui as coisas são um pouco melhores, podemos curtir a vida de uma metrópole sem tantas preocupações. O Curitibano está acostuma em ir ao parque nos fins de semana e fazer churrasco nos quiosques públicos, sem pagar nada com isso, e ainda não ser incomodado por ninguém. Aqui há muito mais ciclovias do que outras capitais brasileiras, embora ainda eu ache que sejam poucas, e há em número, muito mais parques, embora João Pessoa na Paraíba tenha mais verde que aqui.

Se você mora em bairros como Jardim Social, Batel, Cabral, Boa Vista, entre outros, pode se gabar de ter acesso a muitos serviços em locais excelentes comparáveis ao primeiro mundo. Entretanto, ao contrário destes bairros, o Pinheirinho, Vila Zumbi e em outras cidades da região metropolitana, como Colombo e Almirante Tamandaré, a vida não é tão boa assim.

Moro no centro da cidade que é bem preservado e bonito. Diferente de São Paulo e Rio, o centro daqui é bem tranquilo, mas temos também viciados em crack na rua, prostitutas e tudo mais que há em centros de grandes cidades, além é claro de alguns vândalos que pixam o patrimônio público.

Curitiba é um lugar bom para se viver e para se conhecer. É uma cidade muito diferente das demais, seja por causa da arquitetura e até mesmo pela cultura, clima e paisagem. Costumo dizer que todo mundo tem que conhecer três metrópoles brasileiras para entender a diversidade de nosso país: Manaus, no meio da floresta tropical onde a população é quase toda indígena. Salvador, como cidade litorânea tropical e histórica, onde a população é quase toda negra e Curitiba, cidade planáltica subtropical em meio a florestas de pinheiro onde quase toda a população é branca.

São mundos muito distintos que faria qualquer estrangeiro, desconhecedor de nossas paisagens, história e diversidade ficar desnorteado. Até nós mesmos.... Segue umas fotos da capital paranaense dos pinheiros, poloneses e do leite quente.

Praça Santos Andrade e Universidade Federal do Paraná.

Calçadão da XV de Novembro. A rua das Flores.

Edificio histórico no centro

Largo Generoso Marques e estátua de Rio Branco

Av. Marechal Deodoro, centro financeiro.

Monumento Árabe

O Novo e o velho: Estação de Trem e o ônibus bi-articulado.

Museu Oscar Niemayer

Casa de imigrante polonês no Bosque do Papa.

Jardim Botânico

Bosque Alemão

Parque Tanguá

Teatro Guaíra

Espetáculo no Teatro da Reitoria da UFPR

... e é claro, as Araucárias, afinal Coritiba significa "Muita Araucária".

Parque Tingui

Vista do Parque Barigui para a cidade.

Floresta de Araucária no Parque Barigui

Um comentário:

Alvaro Alvares disse...

Muito legal isso que vc falou de Curitiba, realmente é uma cidade muito interessante, de população quase toda "branca", estive ai novamente nesse final de ano, fico lá no Xaxim, Manaus não conheço, mas concordo com você e Salvador também acho uma experiencia muito rica, muita diversidade, além do carnaval. Acrescentaria mais uma cidade na sua lista, Brasília, não por que moro aqui, mas porque também é uma cidade muito diferente e com muitas particularidades:
a cidade foi construída no meio do “nada” e é toda planejada;
muita arquitetura do Oscar Niemeyer , como o museu do olho em Curitiba
na temos bairros, nem municípios e sim cidades satélites;
as ruas não tem nomes de pessoas e sim siglas e números;
não temos um transporte público como o de Curitiba, mas conseguimos andar quilômetros sem pegar um sinal vermelho
temos muitos problemas de cidades grandes, mas temos também o município de Cocalzinho no Goias bem pertinho com um dos principais points de boulder do Brasil

Abraço, gostei das fotos.