Blog do Pedro Hauck: O anônimo

24 de junho de 2008

O anônimo

Um anônimo passou em meu blog e deixou um recado na postagem "Comprometimento e risco".

Nela eu contei minha experiência em ter escalado uma via esportiva em móvel. A Diedro de Isys, em São Luis do Purunã no Paraná.

Trata-se de uma via clássica do local, toda negativa. Como eu disse na postagem, eu passei muita adrenalina. Mas mesmo assim escalei a via, sem queda é claro.

Veja o que esta pessoa escreveu:

Pois é, se o cara não for safo não consegue descer no meio de uma via dessas mesmo. Muitos outros conseguiriam. Espero que você nunca precise de uma equipe de resgate apenas para descer de uma via... fica na resina meu anjo.

Pois seu "safo" obrigado por ler meu blog. Tenho outras coisas escritas se quiser. Estão, também no gentedemontanha no altamontanha, outros sites excelentes que você deveria conhecer.

Se você lêsse um pouco mais iria saber sobre outras coisas que eu faço. Fora treinar na resina. Aliás o que o grande safo anônimo, que nem tem coragem de dizer quem é, faz?

Eu não tenho vergonha das coisas que eu faço e nem de dizer o que eu sinto. Passei adrenalina também em outras montanhas que eu escalei, montanhas, e não vias. Nelas eu tive o orgulho de, mesmo muito adrenado por ter passado por momentos extremos, ter escalado até o fim. Sou safo pois já escalei muita coisa e não por que sou mestre em descer, por isso vou ignorar sua sugestão de "roubar" a via ou de desistir...

Vou continuar treinado na resina, é uma atividade excelente pro corpo. Mas pode deixar que não vou ficar só nela não. Vou continuar indo pra rocha todos os fins de semana, continuar viajando para as paredes deste país e também vou continuar indo para a alta montanha fazer outros tipos de escalada. Eu fiz isso durante quase 10 anos. Pode deixar que não vou parar tão cedo!



Não é melhor aquele que maior altura alcança, mas sim aquele que, rodeado das belezas das montanhas, mais intensamente sente.


Para saber o fim desta história, basta ler os comentários desta postagem. Vou deixar que este sujeito, que usa um perfil falso chamado Oinc, publique suas mirabolantes opiniões. Só para vocês verem o nível do sujeito.

13 comentários:

Hilton disse...

Como já tinha te avisado...

O montanhismo virtual por aqui anda forte...

É muita gente falando e criticando, e pouca gente escalando.

É isso aí parceiro!

Abrazos!

Oing disse...

Pelo jeito vc é meio cego, eu não disse nenhuma vez pra vc "roubar" a via.
Como vc mesmo disse, não adianta ter subido o mais alto e etc, vc pode se foder no quintal de casa, seja Anhangava ou São Luis.

Já conheço o site gentedemontanha e altamontanha, e ambos só tem bobocas, e como não podia ser diferente, vc está por lá também.

Leio bastante e sei das outras coisas que você faz, incluindo suas aventuras sexuais na Serra com seu miguxo Hilton, ja que não pode mais ouvir "musicazinha" com seu lindinho Maximo. Seu boneca...

Pedro Hauck disse...

Que pena que vc pensa assim seu Oinc.
Em mais de 2 anos de blog e 5 de site, eu só acumulei amizades. Vc foi o primeiro a se portar desta maneira. Que pena! pois perdeu a chance de ter um bom amigo e um parceiraço de escalada...

Luciano Fernandes disse...

Oing

Naõ sou de ficar trocando ofensas.. Mas se vc fosse macho de verdade tinha mostrado a cara. E com certeza se fosse escalador dizia o que fazia. Porque todo cagão faz isso, se esconde com medo de que riem do que voce faz.

Como você evidentemente não teve a devida educação de uma pessoa normal, e parece que só deve viver de ler artigos. Se voce é tão bom quando se acha, crie o seu site, escreva os seus artigos e se mostre escalador.

Caso contrário, vá chorar na cama que é lugar quente.

Maximo disse...

Caro Boing,

O site gentedemontanha.com foi feito para escaladores poderem dividir informação sobre escalada com outros (mesmo que seja pouca). É feito para passar macetes sobre montanhas, evitar perrengues ou mesmo para ensinar a mulecada como cozinhar e amarrar o sapato (que é exatamente o caso).
É possível que eu vá para a américa do sul este ano para brincar de bonecas no Peru. Adoraria brincar de bonecas e ouvir musicazinha com você. É só falar o local e a hora.
Um abrazo musical,

do lindinho,

Maximo

Maximo disse...

ae Pedro,

Imagina um cara desses com a gente naquelas velhas aproximações de 45kg? Ou naquelas descidas sem água que vc cai no chão de tão desidratado...

Oing disse...

Pedrita, com certeza vc é cega mesmo... é oinG, e não oinc.

Maximo, obrigado pelo convite, mas não curto brincar de boneca. Convide o Hilton, com certeza ele irá adorar seu ménage à trois.

Pedro Hauck disse...

Claro, era legal cair no chão desidratado e brincar de bonecas, hahaha...
Imagina só um cara desses naquelas proteções psicológicos em gelo, com avalanche de pedra na cabeça...
Imagina ele ter de confiar num abalakov, ou estar cravando as piquetas no gelo e ouvir os estrondo do gelo se partindo, exatamente abaixo de seus pés...
Pois é, somos uns bobocas...

Pedro Hauck disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Coxa disse...

Ma q cara chato esse oinc. só podia mesmo ter o este apelido. deve ser a influencia do espirito de porco
ei oinc, pq vc naum vai pedir leite pra mamae, pia de predio?

Gisa disse...

Uai gente...brincar de boneca? musiquinha? até que não seria má idéia se nós, MONTANHISTAS DE VERDADE, não tivéssemos que nos preocupar em manter nossas vidas em ambientes extremos. Que pena q o tipo aí, tenha se dado o trabalho de escrever coisas tão baixas...

tacio philip disse...

Fala Pedro!!! Será que é boboca quem tem site e divulga o que faz em seu site pessoal ou quem fica perdendo seu tempo querendo ofender as pessoas sem sequer as conhecer???

Abração e garanto que foi um grande prazer fazer essa via com vc em SLP. Em breve iremos nos adrenar, desistir ou encadenar muitas outras juntos, o importante é fazer e assumir, não apenas criticar quem faz!

Tacio
www.tacio.com.nr

Eliza disse...

Sobre o anônino:
Com certeza, alguém sem coragem p escalar,alguém trivial, sem bravura se quer p identificar-se. Imagino como deve ser essa pessoa escalando, adreneou a ponto de perder a coragem de assinar!