Blog do Pedro Hauck: Maio 2007

31 de maio de 2007

Divulgar ou esconder: A relação escalador e midia

Muito se fala sobre a ética em montanha. De fato, o montanhismo é uma atividade onde existem muitas atitudes certas e erradas, mas que nem sempre são compartilhadas entre seus praticantes.

Um exemplo disso é a relação entre o montanhista/escalador e mídia.

Diferente de outros esportes competitivos, não existe no montanhismo um campeão...

Dizer se alguém é melhor ou pior que outro é relativo, por isso existe muita dor de cotovelo, pois tem gente que sabe se expor muito melhor que outras pessoas, conseqüentemente consegue um espaço melhor.

Muita gente experiente na montanha vê com maus olhos gente novata aparecendo na tv, fazendo site, divulgando viagem em revista etc. Para eles é um absurdo "um passeiozinho" como "aquele" virar noticia. Há gente que pensa diferente e não dá bola para este "marketing" pessoal, e sempre pensa que a divulgação do esporte pode levar mais gente para montanha, o que por fim seria ruim, pois acham que a montanha é para poucos.

Posso falar deste assunto usando minha própria experiência, pois já fui parte dos novatos empolgados e hoje assumo que tenho certas posturas do experiente que "fala mau" de quem aparecer.

Em primeiro lugar, não há nada de errado em aparecer na mídia. Na realidade é até bacana, pois "aparecer" divulga aquilo que você fez, influencia outras pessoas... ou seja, passa sua experiência adiante, o que eu acho ser algo bacana.

Tem gente que acha o contrário, que se você divulgou uma viagem, está influenciando um monte de farofeiros a fazer igual, e por sua culpa, a montanha ficará parecendo o "Piscinão de Ramos" no próximo ano.

Eu já apareci na TV mais de uma dezena de vezes, fui a programas esportivos, entrevistas, levei o repórter para escalar, fiz matéria em jornal, escrevi durante minhas viagens.... Nem por isso aumentou o número de gente na minha cidade indo pra montanha, não fiquei famoso, nem ganhei dinheiro, tão pouco fiquei mais bonito para as mulheres...

Entretanto muita gente leu meus relatos, viu minhas matérias e comentam comigo. Acho isso interessante, pois passamos tanto tempo sozinhos na montanha, refletindo, vivendo experiências incríveis e de certa forma divulgar isso acaba valendo a pena, faz da gente um pouco menos ermitãos, assim como também mostra pra muita gente que existe um tipo de vida diferente da urbana ocidental acumulativa...

Entretanto, também sou crítico, pois tem gente que não tem semancol mesmo! As coisas que eu divulguei acredito que foram válidas, mas tem gente que não passa nada de interessante e faz um grande sensacionalismo em cima de viagenzinhas banais, daquelas que você compra pacote em agência e que tem guia falando em microfone. Depois dizem que foi uma expedição.

Isso ocorre por que em grande parte as pessoas que trabalham na mídia são tão mais leigas que a maioria das pessoas que vão ver aquela matéria, pois infelizmente falta muita cultura para os profissionais de jornalismo de nosso país (para dizer entre aspas, recebem uma educação muito mais técnica em comunicação do que estudam jornalismo sensu strictu).

Por isso sempre vemos nos meios de comunicação coisas absurdas que colocam um rapeleiro de viadutono mesmo patamar de um escalador que conquistou uma nova via numa montanha distante, daí se justifica a critica à divulgação. Pois parece que os meios de comunicação tem uma capacidade tremenda em divulgar só aquilo que é ruim. Aliás vai aqui uma critica aos meios de comunicação brasileiros, pois só aqui mesmo que a noticia tem que ir atrás do noticiador...

Quando eu estava começando a escalar, eu tinha muito mais paciência em ir atrás da mídia, agora que não tenho mais tanto "saco". Publico tudo no meu site e boa... é claro que nunca mais a mídia veio me procurar, mas a matéria está lá publicada com meus pensamentos, sem cortes e sem edições, mas com menos visibilidade...

Seria este o motivo para esta polêmica?

De fato faz até sentido. Dentre em breve estarei dando inicio a mais uma expedição. Não haverá cobertura da mídia, a não ser que alguém solidariamente faça para mim todos os contatos etc... Mas podem ficar tranqüilos, havendo um PC com Internet, minhas noticias estarão publicadas nos meus próprios canais de comunicação.

Quanto a polêmica, não há nada de errado em publicar, tendo semancol sobre o que divulgar e paciência... Depois de muitos anos você vai acabar fazendo como eu, tenha um site, um blog e c’est fini.

Eu escrevendo para o Blog durante a minha última expedição